Download do livro

capa.jpg

O Livro


Leia um trecho do livro Boulevard des Capucines e comece a entrar na atmosfera musical que rondava o ano de 1968 em Paris.

"Era noite de uma quarta-feira, 6 de março de 1968. Parecia um sonho o que eu tinha alcançado como músico! Caminhando pelo Boulevard des Capucines, sentindo nos rostos o vento frio do inverno de Paris, Elis Regina, eu e meus companheiros do Bossa Jazz Trio nos dirigíamos ao prestigiado Teatro Olympia, para a nossa apresentação de estréia. Foi em seu palco que se revelaram Sacha Distrel, Adamo e Meirelle Mathieu, entre outros. O lugar era um " music hall " com um esquema nada comum para nós brasileiros: além de Elis Regina, outros artistas famosos na Europa também se apresentariam, incluindo o cantor argelino Enrico Macias, cômicos, mágicos e malabaristas.

Elis sabia que uma vitória ou um fracasso no Olympia poderia consagrar internacionalmente um artista, de vez, ou destruí-lo, também de vez. Bem conscientes disso, nós do Bossa Jazz Trio passamos todo o mês de fevereiro trabalhando nos arranjos. Sabíamos que, devido ao sucesso que tínhamos conseguido em Cannes em janeiro, agora toda a imprensa e público no Brasil e na França estariam de olho em nós, e a expectativa na França era, no mínimo, tocar tão bem como fizemos em Cannes.

Mesmo antes de Elis Regina entrar no palco, ouviram-se aplausos assim que seu nome foi anunciado como os de outros artistas do programa. Esperando na coxia, estávamos todos bastante ansiosos. Elis, muito tensa, chegou a ficar sozinha em um canto, rezando. Quando chegou a nossa vez, nos abraçamos, pedimos ajuda espiritual e fomos em frente. Amilson, Jurandyr e eu entramos no palco, sob aplausos do público, e imediatamente começamos a tocar os acordes de "Upa Neguinho"..."

Clique no botão e veja como conseguir gratuitamente seu exemplar pela internet agora mesmo: