Depoimentos

Aqui você encontrará os depoimentos daqueles que não apenas leram o livro Boulevard des Capucines, mas sentiram e viveram esta atmosfera de ricas e emocionantes recordações e decidiram compartilhar suas impressões.  


Não me canso

Não me canso de olhar teu blog, pelo texto sincero e comovente: hoje eu tive que chorar. Abraços carinhosos.

Francis
Nova Palmeira, Pb
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Emoção à flor da pele

Não deu pra segurar, é de arrepiar, o som do jazz misturado à Bossa Nova, como só vocês sabiam fazer. Abç

Francis
Nova Palmeira, Pb
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hoje foi um dia importante

Hoje foi um dia importante, sua palestra foi linda, seu trabalho é magnifico, meu agradecimento desde já pelas mensagens que passou a mim e á todos, Ano passado fui numa apresentação no centro cultural, que foi explendida também, parabés pelo seu trabalho, e pela dedicação que deposita ao que faz. Estudante, EE Gabriel Ortiz.

Eduarda Caetano
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Saudade de Elis

Muito bonito Zé Roberto. Todos os seus depoimentos são singelos, doces, amáveis. Essa canção de Milton é belíssima. Na série Grandes Nomes, Elis dá um banho de interpretação. "Saudade do Brasil", prefigura saudade de Elis, diz o poema.Abraços

Francisnaldo Borges
Nova Palmeira , PB
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Elis parte em segredo

Elis parte em segredo, no primeiro apito da manhã, sem bilhete atrás da porta: efígie indecifrável. E o trem recita seu monólogo engolindo os girassóis das serras, arrastando-se em romaria rumo ao ocaso, buscando uma nascente.

O trem da travessia não se cansa de inaugurar trilhas espaciais. Elis inventa um cais e ancora como um saveiro que não volta. Elis faz arrastão em outras correntezas: no giro de luas e cometas, no mar sem fim das galáxias onde mergulham as estrelas.

Continuo a ler/dizer: a sua inventividade em citar falas do Pequeno Príncipe, relacionando-o com os momentos/fases de Elis, tem um toque de melancolia, mas o texto se desvencilha de tudo que já foi dito em blá, blá, blás de antes. Eu gosto da misticidade suave, sem apelo.

Francisnaldo Borges
Nova Palmeira , PB
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

A noite do meu bem

Estava ouvindo o "Samba da Bênção" e a saudação é como lhe falei: "Zé Robertôo". Mas, eu sempre achei encantadora a canção de Dores Duran, "A noite do meu bem", mesmo que traduzida para a língua francesa. A tradução parece difícil, quando der me envie. Parabéns pelo brilhante trabalho. Sucesso mais.

Francisnaldo Borges
Nova Palmeira, PB
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Texto sobre a morte da Elis Regina

Apenas hoje tomei conhecimento da existência do Livro Boulevard des Capucines. Vivendo há 10 anos em mundinho lindo, mas provinciano, pouco lendo jornal, só por um feliz acaso, tendo entrado na comunidade da Elis e ainda por acaso, ter encontrado o tópico do José Roberto entre os primeiros, inteirei-me de um livro que quero ter nas mãos urgentemente.

Apaixonei-me pela Elis a primeira vez em que a vi, quase uma menina, cantando Menino das Laranjas na TV; segui acompanhando sua trajetória artística brilhante e ascendente, e sempre vibrando muito com seu sucesso. Vi-a no palco, no Falso Brilhante, umas 4 vezes, e no Transversal do Tempo, que vi no Rio de Janeiro, quando eu estava sozinha na cidade, em férias.

Ela morreu, mas em mim, ela ficava cada vez mais viva. Até hoje, passados mais de 27 anos da sua morte, eu ainda me emociono em ouvi-la; neste meu último aniversário (18/3, ou seja, um dia depois dela), ganhei um lindo poster de corpo inteiro da Elis, com a roupa de cena do Trem Azul.

Emocionei-me demais em ler o texto em que o José Roberto explica a morte da Elis. Eu nunca me conformei com a história que ela seria uma viciada, vítima de uma over-dose. Sempre achei que existiria uma explicação mais profunda e sensível, de carencia, de uma insatisfação pessoal ou artística, ou sei lá o quê, coisa que o José Roberto conseguiu traduzir em um texto lindo, que aceito e aplaudo sem questionar.

Parabéns José Roberto. Agora vou sair pra procurar o Boulevard des Capucines aqui na minha cidade. Se não o encontrar, vou fazer o pedido pra editora.

Maria de Lourdes Gonçalves
Ubatuba, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Li o livro em um dia!

Não consegui parar de ler. Parecia que estava vivendo cada história contida nele. Fui, sou e sempre serei fã de Elis. Sinceramente, gostaria de ter dito prá ela muitas coisas ditas por você e aquelas que não foram ditas por você, com certeza, foram sentidas por ela. Elis era TODA, PLENA, ESPECIAL.

Parabéns pela sua força. Parabéns pela sua vida. Parabéns por sua decisão em dividir com tantas pessoas, conhecidas e desconhecidas, momentos tão particulares e especiais.

Valeu José Roberto! Obrigada pelas recordações e emoções.

Estou recomendando o livro!!

Alba Lucia Tavares da Motta
Rio de Janeiro, RJ
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Parabéns pela Palestra

Meus parabéns José Roberto, pela fantastica palestra no Heitor de Andrade.

Foi uma experiencia unica, que vou levar pra minha vida toda, me fez refletir sobre o que eu quero ser daqui alguns anos, adorei ver a história de Elis Regina e o Bossa Jazz Trio, pois Elis é uma das maiores cantores que já houve neste país. E fiquei muito emocionada, por saber que Elis Regina foi o grande amor de sua vida.

Uhul. eu ganhei um livro. Não só eu, como a E.M.E.F. Heitor de Andrade ficou muito grato pela sua presença.

Obrigada !

Juliana Moraes
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Meus Parabéns, pela ótima palestra no Rui Bloem

Ontem, dia 09/10/2008, o José Roberto esteve no Rui Bloem fazendo uma palestra para alunos do 1°, 2° e 3° anos do Ensino Médio.

E eu estava ali, naquela plateia que assistia atenciosamete esse grande homem discursar, fazendo você refletir sobre o que você vai querer seguir na sua carreira profissional, fazendo você refletir sobre o que realmente você quer da sua vida.

Enfim, oportunidade única que nós da Rui Bloem vivenciamos. José Roberto mostra que mesmo sendo bem sucedido na vida não perdeu o jeito simples de viver a vida, atendeu todas as pessoas do mesmo jeito.

José Roberto poderia ter ido para uma escola particular, teria mais visibilidade, mais recursos, mais remuneração; mas ele foi diferente, quis dar oportunidade para nós vivenciarmos tudo o que ele aprendeu na vida, principlamente com Elis Regina.

Muito Obrigado por tudo. Fico trsite que não deu para ganhar o livro, mas acho que dá para pegar o livro emprestado a um amigo. Seu filho também, o cara é humilde. Ele me falou que não aprendeu tocar como você, isso mostra que talento não é sedentário.

Valeu!

Rodolfo Quaresma Gomes
São Paulo , SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Parabens

José Roberto,

Muitos viveram,o que você viveu. Poucos estão para contar, mas se todos se importassem com o futuro que vamos ter não se omitiriam de tal maneira.

Parabens por fazer com que nós Jovens de Hoje sejamos alguem amanha... A fim de combater o que hoje se é a unica escolha.

Obrigada pela oportunidade de abrir os olhos. E.E.PROFº"GABRIEL ORTIZ"

Samantha Pinheiro Corsi
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Parabéns, José Roberto!!!

Parabéns, por esse projeto e por sua contribuição para com a cultura.

Nossos jovens precisam de pessoas como você, que mostra um futuro muito além dessa visão bitolante e equivocada da qual somos cercados.

Deixo aqui minha gratidão pela maravilhosa palestra "Seja o Maestro da sua Vida, na EE Gabriel Ortiz, que certamente trouxe luz para nossos jovens.

Tânia Domingues
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Parabéns

Caro amigo Sarsano, neste dia do seu aniversário, quero parabenizá-lo por mais um ano de vida e, acima de tudo um ano de enorme sucesso e contribuição para a cultura brasileira. Neste país em que a cultura sofre constante ataques, o seu trabalho é importantíssimo ! Você é um exemplo a ser seguido ! O que mais posso dizer ? Quero ver este projeto ampliado, copiado, seguido, enfim quero ver uma explosão cultura de alto nível no Brasil !!!

Antonio Carlos Canova
Porto Alegre, RS
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Amo Elis

Que lindo esse espaço! Vocês estão de parabéns! Amei, me deliciei, cada dia que passa tenho mais certeza do meu amor por esta maravilhosa cantora. Ela sera sempre, eternamente demais.

Hilda Celeste Moreira
São Bernado do Campo , SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Legado x Ação

Acredito que todos nós, temos uma vontade pequena que seja, de deixar um legado; Para os nossos filhos, amigos, colegas, enfim...Para que sejamos lembrados pelos grandes(sempre grandes), desafios que passamos em nossas vidas.

Este é um legado... Agora ação é acreditar e fazer acontecer, como o Sarsano o fez nesta bela obra que nos presenteou "Boulevard des Capucines". Melhor que filosofar é fazer acontecer! Parabéns Sarsano!

Daltro Salvador
Cotia, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Gostaria de registrar minha admiração

Olá bom dia!

Sou padre e gostaria de registrar aqui minha admiraçãopelo trabalho de José Sarsano... não só pelo fato de ser fã de Elis e sim pelo fato de admirar o Bossa Jazz Trio.

De fato ainda sou novo, tenho 28 anos, e por isso não pude participar dos grandes anos 60 e 70; anos de grande evolução cultural na Música Brasileira...

Enfim, Grande abraço de um admirador da música brasileira de qualidade!!!

Romildo Isidro Lopes Filho
Brasil, BR
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Parabéns!

Sarsano,

Congratulações pela bela iniciativa!

É sempre bom ouvir e falar de Elis, é uma forma de suprir a falta que ela faz no cenário musical e cultural brasileiro desde sua precoce partida.

Se o "bate-papo" for provocado por alguém como você que participou da caminhada é muito mais enriquecedor.

Abraços,

Walmir Figueiredo
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROJETO BOULEVARD DES CAPUCINES

Gostaria de começar parabenizando José Roberto Sarsano, pela brilhante iniciativa na criação desse projeto.

Quando fui convidada para sua apresentação, sabendo que seria uma palestra dirigida especialmente aos jovens, convidei minha neta Joice, com 17 anos de idade, para me fazer companhia, ela prontamente aceitou ao meu convite. No decorrer da palestra, ja pude perceber o interesse dela pelo assunto. Eu também gostei muito, pois o José passa claramente uma mensagem de incentivo para os jovens, sobre ir em busca de seus sonhos ou ideais e coloca-se a si mesmo como exemplo, que, muitas vezes o fim de alguma coisa, pode representar o recomeço de um sonho interrompido.

Acho também, que seria necessário que outras pessoas bem sucedidas de diversas áreas, também pensassem assim e fizessem alguma coisa neste sentido, com o objetivo de ajudar aos jovens a tomarem suas decisões mais acertadas, e também para que outros não tenham medo de um recomeço que poderá estabilizar seu futuro.

Não vou comentar sobre o ponto de vista da Joice, porque ela mesma quer escrever sobre sua emoção e sentimentos.

Mais uma vez parabenizo José Roberto Sarsano, por essa belíssima iniciativa.

Májora Módena
Avaré, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palestra de lançamento do Projeto Boulevard des Capucines

Olá Sarsano!

Achei maravilhoso o seu trabalho, e apesar de ser apenas uma exposição de tópicos, eu posso dizer que já não sou mais o mesmo depois de ouvi-lo. O que escrevo abaixo foi o que entendi. Me perdoe se estou equivocado.

Não sei se é pertinente, mas já li alguns livros de auto-ajuda. Lá sempre tem exemplos de empresários americanos como Henry Ford, Thomas Edson etc. Acho que estão muito distantes de nós e não consigo estabelecer uma ligação de identidade com os seus exemplos, apesar de reconhecer o valor.

Você foi extremamente feliz na escolha do tema e na brasilidade das referencias. Acabei entendendo o porque da nossa eterna baixa estima e valorização do exterior. É muito oportuno essa conscientização da essência do valor brasileiro, como já nos mostraram sermos possuidores Elis Regina, Tom Jobim, Pixinguinha e muitos outros.

Temos uma baixa estima natural, porque ainda não nos demos conta da riqueza e força do nosso eu interior, do nosso eu brasileiro. Assumir essa legado cultural lavrado no suor, sangue e swing de tanta gente, é, sem dúvida o que contribuiria muito para nos tornar cidadãos mais dignos, unidos e uma nação de sucesso, orientada e bem governada.

As pessoas citadas e você com sua experiência de vida, são o exemplo. Obrigado por compartilhar. É gratificante saber que e a cultura genuinamente brasileira, quando apresentada para o mundo é aplaudida de pé, como o foi Elis Regina em Cannes cantando "Upa Neguinho".

A escolha de Elis Regina, para nos fazer compreender essa essência da brasilidade foi perfeita. Ela retrata a auto confiança de ser ela mesma, assumida, sem auréolas de santo, brasileira, com acertos e desacertos, portanto acessível a nós.

E esse mundo moderno, onde o lucro obsessivo nos enche de lixo cultural diariamente, cria filtros nos impedindo de sermos o que somos como pessoas e nação, escondendo o legado cultural maravilhoso que temos.

A música e o seu estudo, obriga a quebra desses filtros por exigir a interação dos hemisférios cerebrais e o contato com o emocional onde estão as nossas verdades. Quem estuda música se torna melhor, rege de fato a sua vida e se apaixona pela sua cultura. A cultura de cada pais é única...e é o segredo do respeito e sucesso.

Sai da sua palestra com esse sentimento de orgulho, e percebendo que existe uma identidade brasileira forte, capaz e querida no mundo. Se ainda sofremos preconceitos é porque não aderimos a ela. E é óbvio, gostando ainda mais da Elis Regina.

Uma mente muito enlatada...risos, talvez reaja com preconceito. Minha humilde sugestão é que você não se desanime em descobrir como tocar essas mentes também. De coração, te desejo muito sucesso nessa tão necessária empreitada.



Sebastião Bazotti
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

A linguagem do livro é muito objetiva

Foi com muita emoção que terminei de ler o livro "Boulevard des Capucines", de autoria de José Roberto Sarsano. O livro não pode deixar de ser lido nem pelos fãs da Elis Regina e muito menos por todos que se interessem pela história da MPB. A obra cobre o período da criação do Bossa Jazz Trio, tendo como baterista o próprio José, passando por fatos nunca antes revelados em nenhuma biografia da cantora... A linguagem é muito objetiva, sendo que dessa forma o leitor se sente envolvido nos fatos como um espectador de tudo. Vale a pena ler de novo! Um abração José! E mais uma vez parabéns pela sua determinação e por ter realizado este lindo projeto.

Kleber Galesco
Presidente Prudente, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Elis e Bossa Jazz Trio

Depois de ter acompanhado Elis Regina no Fino da Bossa e outras aventuras, o Bossa Jazz Trio seria o grupo que viajaria com a cantora para as suas determinantes apresentações no MIDEM em Cannes, e na temporada do Teatro Olympia de Paris em 1968. Esses espetáculos foram êxitos enormes (Upa, Neguinho passou a ser cantarolado pelos parisienses), tendo até lançado influências em alguma música francesa.

O Bossa Jazz Trio foi importante para a afirmação do "som de Elis", mas também editou discos próprios. Um deles acaba de ser reeditado no Brasil pela Som Livre, recuperado por Charles (Titãs) Gavin. Em Boulevard des Capucines, o relato dos sete anos frenéticos em que o Bossa Jazz Trio existiu, é acompanhado profusamente de fotografias e recortes de imprensa da época. Boulevard des Capucines é importante ser lido por quem se interessa por música brasileira. Entre outras razões, para se entender de vez a importância de São Paulo para a Bossa Nova, e principalmente para conhecer mais sobre Elis Regina. Na minha modesta opinião, teria cabimento uma edição portuguesa!

Alberto Guimarães
Louzada - Cidade do Porto, Portugal,
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acompanho Elis desde meus 6 anos. Hoje tenho 47.

Tudo o que li sobre ela até hoje, não chega aos pés da fineza de tratamento, simplicidade e maturidade de análise, respeito e a compreensão exata do que foi e porque era daquele jeito a nossa pimentinha. Boulevard des Capucines é um tapa na pretensão de muitos que se acham capazes em julgar os outros. Uma prova disso são dois trechos do seu livro que vou colocar aqui, até desrespeitando a lei de divulgação, porque merece que todos leiam:

"Se eu a estivesse vendo com o coração, não seria difícil perceber que ela era uma flor da qual só existia um exemplar!"

"A Elis que eu conheci e com a qual convivi, não gostaria de estar "nas mãos" de alguém! Ela era difícil, volátil e algumas vezes furiosa e desbocada, quando se sentia acuada por qualquer razão. Mas, também, era corajosa, divertida, carinhosa, generosa, leal e espiritual".

Ou seja, Elis era TODA. Ou aceitavam conviver como uma pessoa completamente verdadeira ou que se bandeassem para as pessoas que só mostram partes para serem queridas aos pedaços. Ela foi intensa como as grandes personalidades da história! E tinha que ser assim, pois tinha muito pouco tempo...

Parabéns pelo seu livro e estou recomendando!

Silvio
(Inforum Elis Regina),
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Adquiri o livro e já no mesmo dia terminei de lê-lo!

Não conseguia parar, a narrativa é muito envolvente, quase como se tivesse sendo contada para amigos na mesa de um bar! A facilidade e simplicidade com que se conta o período de convivência com a maior cantora do país num de seus momentos de maior êxito no exterior, e a descrição, para mim que nem mesmo chegou a vê-la, tão clara de um ser humano com defeitos e qualidades, mas que nasceu para ser estrela.

Lia o livro e parecia que Elis ainda estava viva, que aquilo se passara há tão pouco e no fim, realmente, percebi que ela está vivíssima nos corações de muitos, até mesmo dos que nunca a conheceram ou viram como eu.

Obrigado por esse relato da sua vida, em que os caminhos seus se cruzaram com os de Elis, e pelo respeito gigantesco com que você a menciona e a descreve!

Rafael Almeida
18 Anos, Estudante,
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu o li em apenas dois dias!

Ele já começa passando uma lição de vida incrível sobre a importância de ir em busca de seus ideais, mais ou menos assim: querer é poder, portanto, se eu quero, eu posso! E foi assim que aquele menino Zé, chegou onde está. Além de cultural, pois resgatou verdadeiras jóias da MPB fazendo-nos voltar no tempo com nossas lembranças, ou ampliando os conhecimentos dos mais jovens, mostrou através de ricas ilustrações, com precisões de datas e locais, os caminhos de glória da maior intérprete já vista no Brasil, Elis Regina, juntamente com o Bossa Jazz Trios.

A timidez e a conquista do menino apaixonado. Enfim, este livro foi um dos melhores que já tive oportunidade de ler nos últimos tempos.

Maria José Módena
Avaré, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

No ano passado recebi com surpresa um e-mail em minha caixa postal.

O remetente fazia referencia a um grupo dedicado a Elis do qual faço parte, e que naquele momento exibia na pagina de abertura uma foto de Elis juntamente com os integrantes do Bossa Jazz Trio nesta viagem a Paris. Ele me perguntava se eu sabia quem eram as pessoas naquela foto, com a nossa maior cantora. Como fã apaixonada é claro que eu sabia "de-cor-e-salteado" o nome de cada um dos integrantes do grupo. O que eu não sabia, e me foi revelado na seqüência dos contatos, é que quem me escrevia era um deles - José Roberto. Foi uma surpresa e uma alegria iniciar contato com ele, que me passou em primeira mão informações sobre o Boulevard. Foi um presente especial receber um exemplar autografado carinhosamente por ele. "Devorei" o livro em 24horas. A história é deliciosa, a magia salta das páginas e invade nosso coração e nossa mente, e ele a conta com extrema delicadeza e sensibilidade, da mesma forma que toca no incrível recuperado CD do Bossa Jazz Trio. É claro que como fã da Elis não poderia deixar de ler o livro. Incrível é como rapidamente descobrimos um universo extremamente rico por trás da linda história de amor, musica e amizade descrita. Faz com que fiquemos ainda mais apaixonados por Elis que mais do que a maior interprete, brasileira foi uma mulher incrível! Zé obrigada por este generoso presente!

Erika Campana
Niterói, RJ
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

O livro é de fácil leitura, traz fotos lindas e inéditas, documentos, e nos mostra o nascimento do TRIO, de suas mudanças,do encontro com ELIS REGINA E DO SHOW que marcou a vida deles, dela e de todos nós, brasileiros, por termos sidos tão bem representados.

Como é gostoso entrar nesta leitura, que nos envolve e nos vai levando, nos tira risos,´saudades.Parabéns, meu amigo José Sarsano, vc criou uma obra prima á MPB.Creio , que se traduzido para o francês, a França agradeceria muito ter esta obra em muitos lares que viram tal show. ABRAÇOS!!!!

Maria Amélia de Souza Fustinoni
Londrina, PR
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dizer que fiquei sem palavras ao entrar no site, a meu ver, não justificaria um depoimento, então, aí vai...

Para mim, Elis Regina é a melhor cantora do mundo e a pessoa pública que mais influência exerce sobre a minha vida, os meus caminhos.

Através dela faço amigos, cresço, faço outros crescerem, no melhor sentido da palavra, emociono e me emociono, encontro pessoas e me sinto vivo!

José Roberto Sarsano é parte deste universo que, sem ela, razão maior do livro, certamente, seria outro.

Adorei o livro, o site está lindo!

Quero ver acontecer e, tanto quanto possível, participar deste projeto!

É assim que me sinto, é isso que consigo dizer!

Meu amigo, o abraço tem de ser compartilhado com todos! Sucesso!

Roberto Freitas
São Paulo, SP
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu já falei pro Zé que me apaixonei por sua forma sensível e terna.

Além de tudo, ele é um excelente escritor, pois não cansamos de ler o que escreve.

Sem dizer que as experiências por que passou são patrimônio não só dele, mas também da humanidade e que graças a Deus, ele percebeu que deveria dividir conosco sem culpa alguma.

Até porque, se culpar do quê?

De ter sido tão feliz, bem sucedido e ter vivido tudo que viveu?

Ele merece que todos leiam essa obra de arte, e não temo em afirmar que uma das obras mais lindas que vi sobre parte da biografia da cantora Elis Regina, com quem o Zé repartiu um tempo doce e ingênuo e uma parceria bem sucedida em todos sentidos, não é Zé... Colméia?

Um abraço sincero, terno, respeitoso de quem cada dia tem mais orgulho de vê-lo crescer e dessa amizade que cresce por todo tempo que nos comunicamos por aqui, mesmo que de longe e virtualmente


Cristiana de Barcellos Passinato
Rio de Janeiro, RJ
---------------------------------------------------------------------------------------------------------